Buscar

RDC 275 - Boas Práticas de Fabricação em Estabelecimentos Produtores de Alimentos

As regulamentações para o setor de alimentos não são poucas. E isso tem um motivo: a comercialização de alimentos é algo muito sensível para o consumidor. Pensando nisso, no artigo de hoje, vamos falar sobre a RDC 275 ou Resoluções de Diretoria Colegiada 275.


Se você ainda tem dúvidas de como essa resolução pode afetar ou beneficiar o seu negócio, esse é o momento de saná-las. Entenda mais um pouco sobre o que a RDC 275 quer da sua empresa:


A RDC 275


Para atender a necessidade de um regulamento que abrangesse todas as áreas e processos na fabricação de alimentos, A ANVISA, em 2002, formulou a RDC 275.


Ela serve como uma atualização à legislação geral, controlando continuamente as Boas Práticas de fabricação (BPF) e os  Procedimentos Operacionais Padronizados (POP), de que já falamos aqui no blog.


Além disso, a RDC 275 também trata da harmonização da ações de inspeção sanitária.


De acordo com a ANVISA, a Resolução de Diretoria Colegiada 275, é o regulamento Técnico de POPs aplicados aos estabelecimentos produtores ou indústrias de alimentos e a Lista de Verificação das BPF em Estabelecimentos Produtores/Industrializadores de Alimentos.


A adequação das empresas à RDC 275 é obrigatória. A vistoria acontece por meio da apuração de cumprimento à Lista de Verificação das BPF nos estabelecimentos que produzem alimentos.


A Lista de verificação foi disponibilizada no Anexo II da RDC 275 e fiscaliza 4 pontos importantes na produção de alimentos:


  • Edificações e instalações: piso, teto, instalações sanitárias, iluminação, ventilação, higienização, abastecimento de água, resíduos, esgoto etc.

  • Equipamentos, móveis e utensílios: higienização dos equipamentos, estado de conservação, material contaminante, armazenamento e organização de utensílios e etc.

  • Manipuladores: vestuários, hábitos higiênicos, estado de saúde, EPIs, programa de capacitação de manipuladores e supervisão etc.

  • Produção e transporte do alimento: matéria-prima, ingredientes e embalagens, rotulagem e armazenamento, controle de qualidade do produto final etc.

  • Documentação: manual de BPF e POP


Procedimentos Operacionais Padronizados (POP)


O POP (Procedimentos Operacionais Padronizados) é um dos documentos obrigatórios da RDC 275. Ele também é regido pela RDC 216 e exigido pela Vigilância Sanitária durante as vistorias nas empresas do gênero alimentício.


Por meio do POP, temos instruções claras a respeito da execução dos afazeres que acontecem no dia a dia das cozinhas. São as conhecidas tarefas de rotina.


Como o POP objetiva padronizar as ações, por exemplo, de higienização de equipamentos, instalações, móveis e utensílios, limpeza do reservatório de água e controle de pragas, ele deve ser mantido sempre à vista dos colaboradores da empresa.


Além da garantia da qualidade no preparo dos alimentos e da manutenção da saúde de quem os consome e prepara, o POP proporciona economia ao estabelecimento.


As regras estabelecidas pelo POP determinam, até mesmo, a quantidade necessária de produtos de limpeza para higienização do ambiente e dos objetos. Isso elimina a possibilidade de desperdício, tanto dos citados produtos de limpeza, quanto da água.


Ainda, o POP evita a manifestação de pragas dentro do ambiente de manipulação de alimentos. Por conseguinte, os gastos com dedetização e contaminação de alimentos por insetos e animais pestilentos são minimizados ou extintos.


Boas Práticas de Fabricação (BPF)


Assim como o POP, as Boas Práticas de Fabricação também são um manual criado pela ANVISA. O principal objetivo das BPF é evitar a ocorrência de doenças causadas pelo consumo de alimentos contaminados ou mau preparados.


Aqui no blog, você encontra um artigo totalmente dedicado à explicação do Manual de Boas Práticas de Fabricação, seu conteúdo, em que se diferencia do POP, e como realizar a supervisão do cumprimento desse manual.


E se os fiscais da vigilância sanitária chegassem em seu restaurante agora? Você tem certeza que estaria com todas as normas da ANVISA em dia?


Se precisa se certificar que seu restaurante está de acordo com as exigências da Vigilância Sanitária, baixe gratuitamente o checklist de adequação às normas da ANVISA. Assim, sobra tempo para você cuidar da gerência e escalabilidade do seu negócio!





397 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

eSocial